A distribuição de medicamentos de alto custo no Poupatempo de São Bernardo foi prometida para o dia 11 de maio. O prefeito Orlando Morando (PSDB) fez propaganda nas suas redes sociais. Mas até agora, nenhum comprimido foi distribuído no local. Os remédios continuam sendo retirados em Santo André, em imensas filas no Hospital Estadual Mário Covas.

A Prefeitura coloca a culpa no governo do Estado. “A Prefeitura de São Bernardo, por meio da secretaria de Saúde, informa que o município aguarda um posicionamento da Secretaria de Saúde do Estado sobre a inauguração da Farmácia de Alto Custo do Poupatempo da cidade”, respondeu a equipe do prefeito em um comentário no Facebook.

Enquanto fica esse jogo de empurra-empurra, o povo sofre mais uma vez.