Dois primeiros pedidos foram rejeitos pela maioria dos vereadores e um o terceiro protocolado na nesta quarta-feira (25) na Casa de leis da cidade


As ações populares contra o prefeito ganharam força após a Polícia Federal indiciar e pedir o afastamento de Orlando Morando  que  é investigado por crimes de corrupção passiva e fraude em licitação, com indícios de desvio de recursos públicos federais de contratos de merenda escola e alimentação hospitalar, segundo a PF.

Mesmo diante do indiciamento e do pedido de afastamento do prefeito, a maioria dos vereadores rejeitou dois pedidos de impeachment contra o prefeito Orlando Morando (PSDB) na última sessão de quarta, um terceiro pedido de impeachment foi protocolado na mesma data na Câmara de Vereadores de São Bernardo do Campo.

O primeiro pedido colocado em votação foi protocolado pelo médico e suplente de vereador, Leandro Altrão . O segundo proposto por Ricardo Garcia, Wilson Machado e a advogada Silmara Pompolo. Ambos negados. Já o terceiro pedido foi protocolado na quarta-feira (25) pelos advogados José Luis Gonçalves, Lauro Fiorotti e Sebastião Serqueira Santos Filho, além de Leandro Altrão e João Victor Vieira Pereira. A expectativa é que a votação ocorra na próxima semana.

Além dos pedidos de Impeachment,  munícipes se organizam para ação contra o prefeito dia 28, sábado, às 10horas, na esplanada do Paço. Segundo informações obtidas nas redes sociais o evento é “Manifestação de forma pacífica como eleitores, munícipes de bem sem bandeiras partidárias!”