Thainá Aparecida Décio Passos, de 19 anos, sempre estudou em escola pública e fez até permuta em cursinho particular, onde trabalhava e estudava, para atingir o sonho de ser médica.

Nas primeiras tentativas em vestibulares, em 2017 e 2018, Thainá não conseguiu a aprovação.

Mas, em 2019, aliada a uma rotina de 10 horas diárias de estudo, a moradora do Montanhão foi aprovada na USP de Bauru, Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro) e na Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto). Ela já decidiu que irá ingressar na Unifesp, já que poderá ficar perto da família.