Thainá Aparecida Décio Passos, de 19 anos, sempre estudou em escola pública e fez até permuta em cursinho particular, onde trabalhava e estudava, para atingir o sonho de ser médica.

Nas primeiras tentativas em vestibulares, em 2017 e 2018, Thainá não conseguiu a aprovação.

Mas, em 2019, aliada a uma rotina de 10 horas diárias de estudo, a moradora do Montanhão foi aprovada na USP de Bauru, Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro) e na Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto). Ela já decidiu que irá ingressar na Unifesp, já que poderá ficar perto da família.

 

Projeto da prefeitura visa construir mais uma unidade do Restaurante Bom Prato, com refeições custando R$ 1.

Moradores do bairro acreditam que instalação do serviço no local vai acabar com a área de lazer que a praça oferece a população.

Já a prefeitura alega que foi feito um estudo de viabilidade, que apontou a praça como uma localização onde muitas pessoas seriam beneficiadas.

Queremos ouvir você. Você acredita que a Praça Giovanni Breda é a melhor alternativa para uma nova unidade do Bom Prato? Manda sua opinião pra gente aqui nos comentários!

De 10 de fevereiro a 13 de março, Ministério da Saúde pretende aplicar a vacina em brasileiros de 5 a 19 anos que não receberam as duas doses

Em cumprimento à determinação do Ministério da Saúde, a Prefeitura de São Bernardo inicia na próxima segunda-feira (10/02), uma nova campanha de vacinação contra o sarampo, até o dia 13 de março. O dia D está previsto para o próximo sábado (15/02).

A vacina estará disponível para o público alvo da campanha, faixa etária de 5 a 19 anos, nas 34 Unidades Básicas de Saúde, das 8h às 17h. As unidades União, Alvarenga, Alves Dias, Nazareth, Taboão e Vila São Pedro, que tiveram o horário de funcionamento estendido pelo programa Saúde na Hora, atendem até às 22h.

CASOS E COBERTURA VACINAL- Em 2019, São Bernardo notificou 1.853 casos suspeitos de sarampo, sendo 381 casos confirmados. A cobertura vacinal de SCR (tríplice viral) foi de 87%, a meta estipulada pelo Ministério da Saúde é de 95%.

VACINAÇÃO SELETIVA – O munícipe deve se dirigir a UBS mais próxima de sua residência portando carteira de identidade e de vacinação. Será realizada a leitura de carteirinha no momento da imunização. As vacinas serão aplicadas em crianças a partir de 5 até 19 anos de idade não vacinadas ou com esquema de vacinação incompleto para o sarampo. Além disso, toda a população a partir de 6 meses até os nascidos a partir de 1960 podem atualizar a situação vacinal nos postos de vacinação.