São Bernardo lança versão municipal da “Nota Fiscal Paulista” 

O programa “Nota 1000” vale para quem pedir nota na contratação de serviços
 A Prefeitura de São Bernardo lançou na última quinta-feira (28) o programa “Nota 1000”. A mecânica da ação é semelhante ao da “Nota Fiscal Paulista”, implantado pelo Governo do Estado, em outubro de 2007. Mas a estadual é baseada na compra de mercadorias e a municipal, na contratação de serviços. O projeto irá sortear um prêmio de R$ 600 mil por ano entre os moradores que solicitarem a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFSe).

“É um programa em que todos ganham. O cidadão ganhará uma premiação especial participando e o município ganhará a colaboração das pessoas com as ações do governo no combate à sonegação fiscal”, disse o prefeito Orlando Morando por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura.

Ao contrário da opinião do prefeito, a coordenadora do curso de Ciências Contábeis da Universidade Metodista, Elizabeth Castro, afirmou que o projeto beneficia mais a Prefeitura do que os cidadãos. “É uma forma da Prefeitura incentivar as pessoas a pedirem a nota fiscal para conseguir recolher o imposto sobre o serviço (ISS)”, disse.

Tagged:

Comente aqui

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.