CARLA MORANDO PROPÕE INICIATIVAS PARA APRIMORAR O SETOR AUTOMOTIVO DO ESTADO , TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC
CARLA MORANDO PROPÕE INICIATIVAS PARA APRIMORAR O SETOR AUTOMOTIVO DO ESTADO , TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC clique aqui e ouça a matéria

A parlamentar acredita que a redução de impostos e a desburocratização podem alavancar o comércio de automóveis em São Paulo 

A Deputada Estadual Carla Morando (PSDB-SP) participou, nesta quinta-feira (19), de uma audiência com o Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Jorge Lima, apresentando projetos e ideias para o setor automotivo do Estado de São Paulo. Além da parlamentar, também participaram do encontro, o Diretor Executivo da FENABRAVE (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), Marcelo Ciardi, o Presidente da SINDIAUTO (Sindicato do Comércio Varejista dos Veículos Automotores Usados do Estado de São Paulo), Marcelo Cruz, e o Diretor do SINCODIV-SP (Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado de São Paulo), Luiz Reze. 

Um dos assuntos abordados na reunião foi a solicitação de estudos que visem a redução do valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). A deputada também defende a redução de alíquotas que englobam a compra e venda de veículos, como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). 

Outro ponto levantado pela Deputada foi a burocracia e demora para efetivação das transferências na compra e venda de automóveis. Carla acredita que a morosidade no trâmite pode interferir diretamente no processo comercial automotivo. 

A parlamentar está caminhando para o seu segundo mandato e tem se mostrado cada vez mais ativa nas pautas que se referem ao setor automotivo. Há poucos dias Carla pleiteou junto ao Governador, Tarcísio de Freitas (Republicanos), a revogação do 8º artigo do Decreto 67381/22, que não permitia a venda de automóveis sem a quitação integral do IPVA. Sua solicitação foi atendida pelo Governador, que revogou o mencionado dispositivo. Com isso, os automóveis agora podem ser vendidos sem obrigatoriedade da quitação integral do IPVA pelo proprietário, transferindo a responsabilidade do débito ao comprador. 

“Nosso Estado é um dos principais polos da categoria automobilística do país e precisa ser acompanhado e aprimorado para mais produção, geração de emprego e aquecimento da economia”, conclui Carla. 

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content