NOVO RIO PINHEIROS MELHOROU VIDA EM ÁREAS INFORMAIS, DIZ PRESIDENTE DA SABESP EM DEBATE NO ESTADÃO, TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC
NOVO RIO PINHEIROS MELHOROU VIDA EM ÁREAS INFORMAIS, DIZ PRESIDENTE DA SABESP EM DEBATE NO ESTADÃO, TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC clique aqui e ouça a matéria

Benedito Braga destacou avanços para população carente durante Fórum Estadão Think: Sustentabilidade, Habitação e o Novo Rio Pinheiros

O Novo Rio Pinheiros, programa para despoluir a bacia e  devolvê-la ao cotidiano da população, teve como um de seus principais  resultados a melhora na qualidade de vida de moradores de áreas informais,
 destacou nesta sexta-feira (25) o diretor-presidente da Sabesp, Benedito Braga, durante o Fórum Estadão Think: Sustentabilidade, Habitação e o Novo Rio Pinheiros, promovido pelo jornal O Estado de S. Paulo.

“A Sabesp implementou com muita audácia uma forma de contratação dos projetos pagando por resultado e isso fez a diferença, pois possibilitou entregar o rio antes do prazo em uma condição muito boa. Mas quero destacar que o grande mérito desse programa é atender às pessoas carentes
 das áreas informais”, disse Braga.

Participaram também do painel, que foi aberto pelo governador Rodrigo Garcia, o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Fernando Chucre; o secretário de Governo, Marcos Penido; a coordenadora nacional do 2030 Water Resources Group para o Brasil, Stela Goldenstein; o presidente do Grupo Bueno Netto, Adalberto Bueno Netto; e o diretor-presidente da Usina São Paulo, Thiago Nagib.

Responsável pelo eixo saneamento do Novo Rio Pinheiros, a Sabesp já conectou ao sistema mais de 650 mil imóveis, que passaram a  ter o esgoto levado para tratamento – superando em 22% a meta inicial de 533 mil. No total, 1,8 milhão de pessoas foram diretamente beneficiadas, uma população superior à de Porto Alegre ou de Recife. Para suas obras, a Companhia adotou os contratos de performance, forma inovadora em que a remuneração está vinculada ao desempenho, incentivando as empresas contratadas a potencializar a conexão dos imóveis ao sistema  de tratamento.

 Segundo o diretor-presidente, o Novo Rio Pinheiros tem como desafio manter a infraestrutura construída. “O desafio agora é a manutenção desse sistema de coleta e tratamento de esgoto. Nós inovamos na Sabesp, mas esse sistema precisa ter uma manutenção permanente, principalmente depois da estação chuvosa em que você ainda tem desafios muito grandes com o lixo flutuante
 que pode destruir parte dessa rede, pois o sistema é muito delicado.”

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content