SÃO BERNARDO INICIA VACINAÇÃO CONTRA A DENGUE EM CRIANÇAS DE 10 A 14 ANOS

SÃO BERNARDO INICIA VACINAÇÃO CONTRA A DENGUE EM CRIANÇAS DE 10 A 14 ANOS

A Prefeitura de São Bernardo dá início, nesta quinta-feira (13/6), à campanha de vacinação contra a dengue voltada às crianças e adolescentes com idade entre 10 e 14 anos. A aplicação das doses ocorre em todas as 34 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade, sem necessidade de agendamento. O imunizante, desenvolvido pelo laboratório Takeda Pharma, protege contra os quatro tipos de vírus que circulam no País: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4.

O primeiro lote de vacinas contra a dengue para imunizar crianças e adolescentes de 10 a 14 anos chegou a São Bernardo nesta terça-feira (11/6), enviado pelo Ministério da Saúde e distribuído pelo Governo do Estado de São Paulo. O esquema vacinal contra a dengue é composto por duas doses, com intervalo de aplicação de três meses entre elas. Caso a criança ou adolescente tenha sido diagnosticado com a doença, é necessário aguardar pelo menos seis meses para receber a imunização. Para aplicação do imunizante, os pais devem apresentar documento com foto e carteirinha de vacinação.

FUNCIONAMENTO DAS UBSs – As 34 UBSs de São Bernardo funcionam de segunda a sexta-feira, sendo que 20 delas têm expediente diferenciado, atuando em horário estendido, das 7h às 22h. São elas: Planalto, Parque São Bernardo, Farina, Ferrazópolis, Nazareth, Vila Marchi, Orquídeas, União, Represa, Vila Rosa, Vila Euclides, Demarchi, Leblon, São Pedro, Silvina, Alves Dias, Ipê, Alvarenga, Batistini, Taboão. Nestes locais, as salas de vacinação abrem das 8h às 21h. Já as demais unidades funcionam das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, com vacinação das 8h às 17h. Os endereços das Unidades Básicas de Saúde do município podem ser consultados no portal https://www.saobernardo.sp.gov.br/web/sbc/onde-ficam-as-unidades-de-saude-ubss

CENÁRIO – Entre janeiro e junho de 2024, foram confirmados 4.087 casos de dengue em São Bernardo, sendo 3.861 autóctones e 226 importados. O município também registrou 8 óbitos em razão da doença neste ano. Durante todo o ano de 2023, foram 88 casos registrados (33 autóctones e 55 importados) e nenhuma morte.

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

× Como posso te ajudar?
Pular para o conteúdo