CONSTRUÇÃO DO VIADUTO ESTAIADO EM SÃO BERNARDO TEM PREVISÃO DE CONCLUSÃO EM DEZEMBRO

CONSTRUÇÃO DO VIADUTO ESTAIADO EM SÃO BERNARDO TEM PREVISÃO DE CONCLUSÃO EM DEZEMBRO

Prefeito Orlando Morando vistoriou andamento das obras do novo eixo viário que visa transformar mobilidade na região de divisa com Diadema; investimento chega a R$ 200 milhões

Está nascendo um novo e moderno eixo viário em São Bernardo. A construção do Viaduto Estaiado Robert Kennedy, entre os bairros Planalto e Jordanópolis, avança significativamente e será o primeiro nestes moldes na cidade e no Grande ABC. O prefeito Orlando Morando vistoriou o andamento das obras, que têm evoluído em ritmo acelerado desde as fundações: o raio da coluna estrutural sobe 3,5 metros por semana.

Com o desenvolvimento do cronograma, a previsão é de conclusão do novo viaduto em dezembro deste ano. O investimento na construção gira em torno de R$ 200 milhões, em convênio da Prefeitura com o governo de São Paulo. A ação envolve erguer dois viadutos de 400 metros de extensão cada, que ligarão a Avenida Robert Kennedy ao futuro Corredor Marginal Ribeirão dos Couros, no Jordanópolis, acesso também em construção e que irá conectar a Avenida Piraporinha até o Corredor ABD, no entorno do antigo Extra Anchieta, hoje Assaí.

“Essa é uma das obras de infraestrutura de grande importância em andamento na nossa cidade e que está entre os maiores volumes de investimento na história, em parceria da Prefeitura com o governo de São Paulo. São cerca de R$ 120 milhões apenas do Estado e o restante é aporte do município. Cronograma dentro do previsto, quase 200 trabalhadores só aqui neste canteiro. É o primeiro viaduto estaiado de São Bernardo e do ABC, se sobrepondo à linha do trólebus, para desafogar antigo gargalo na região. Essa obra significa o progresso de São Bernardo”, frisou o chefe do Executivo municipal.

O Viaduto Estaiado visa otimizar o deslocamento para quem segue para os bairros Paulicéia e Taboão, melhorando – e muito – o tráfego na Avenida Piraporinha, no entroncamento com a Avenida Robert Kennedy. Estima-se que o novo eixo viário deva atender a uma média diária de 20 mil viagens. Além deste benefício, a ligação ao Corredor ABD vai ganhar outros dois viadutos, na altura da intersecção da Avenida 31 de Março e Avenida Lions. A medida, em construção concomitante, conta com investimento de R$ 72 milhões, incluindo alargamento de pista e infraestrutura.

As intervenções estão sob responsabilidade da Secretaria de Transportes e Vias Públicas de São Bernardo, chefiada por Delson José Amador, que acompanhou a vistoria do prefeito ao lado também do adjunto da Pasta, Olímpio Fernandes. “Estamos otimistas, por isso, trabalhando com a previsão de entregar essa obra grandiosa em dezembro. Iniciativa que se dá mediante boa administração, austeridade e, acima de tudo, uma gestão de entregas”, pontuou Delson.

O Corredor Marginal Ribeirão dos Couros é outro novo viário que ligará os bairros Taboão, Paulicéia e Jordanópolis justamente a Piraporinha. O investimento se dá em aproximadamente R$ 96 milhões. A extensão total da nova marginal é de 1,2 quilômetro. A primeira etapa incluiu canalização do Córrego Ribeirão dos Couros. A fase subsequente abrangeu acesso da Avenida São Paulo com a Avenida Engenheiro Otávio Manente, que faz conexão com o Corredor ABD.

Infraestrutura #MobilidadeUrbana #SãoBernardo

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

× Como posso te ajudar?
Pular para o conteúdo