SABESP CONSTRUIRÁ, EM PARCEIRA, 1ª USINA DE ENERGIA A PARTIR DE RESÍDUO SÓLIDO DO PAÍS, TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC
SABESP CONSTRUIRÁ, EM PARCEIRA, 1ª USINA DE ENERGIA A PARTIR DE RESÍDUO SÓLIDO DO PAÍS, TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC clique aqui e ouça a matéria

Companhia concluiu aquisição de participação em empresa para produzir energia limpa a partir de tratamento térmico de resíduos

A Sabesp formalizou parceria com a empresa Orizon Valorização de Resíduos S.A para construção da primeira usina de geração de energia a partir da incineração de resíduos sólidos urbanos do Brasil. Nesta quinta (22), foi concluída a operação para aquisição de participação de 20% da FOXX URE-BA S.A, subsidiária da Orizon, formando uma sociedade para produção de energia limpa e renovável a partir do tratamento térmico desse resíduos – produzidos pelo município de Barueri. A operação teve aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

 O tratamento de resíduos sólidos vai ao encontro do compromisso da Sabesp com a sustentabilidade, qualidade de vida e com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

 O investimento total do projeto será de R$ 521 milhões e tem por objetivo diversificar a destinação de resíduos sólidos urbanos no Estado de São Paulo, promovendo também a economia circular a partir da geração de energia renovável. Atenta às mudanças climáticas e ambientais, a Sabesp já atua em outras frentes para geração de energia limpa como: hidráulicas, fotovoltaicas e fotovoltaicas sobre flutuantes.

 A nova unidade terá potência instalada de 20 MW (o que equivale ao abastecimento de mais de 80 mil residências). Aproximadamente 16 MW serão comercializados via PPA (Power Purchase Agreement) ANEEL. A capacidade de tratamento é de 300 mil toneladas anuais de resíduos, a partir de 2026.

 Sabesp ESG
 A Sabesp criou a Comissão de Integração ESG da Companhia que busca impulsionar os três pilares da agenda: ambiental, social e de governança, temas urgentes e importantes que já vêm sendo trabalhados pela Sabesp nos últimos anos. O ranking Merco de Responsabilidade, por exemplo, índice que mede a reputação de empresas a partir de vários critérios ESG, colocou a Sabesp no topo em saneamento neste ano.

 Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), determinados na Agenda 2030 da ONU, já são tratados pela Companhia e alinham às demandas urgentes do mundo todo. O programa Novo Rio Pinheiros, por exemplo, é realidade, e a Sabesp ultrapassou a meta e alcançou mais de 650 mil imóveis em ligações de esgoto. Neste sentido ainda, a Sabesp é associada ao Pacto Global da ONU, e há dois anos, tem um acordo de parceria com a UNFCCC – Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima.

Foto divulgação Gilberto Marques – Governo do Estado

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content