SÃO BERNARDO CONSCIENTIZA POPULAÇÃO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS
SÃO BERNARDO CONSCIENTIZA POPULAÇÃO SOBRE O USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS clique aqui e ouça a matéria

Ação ocorre nesta quinta-feira (5/5) na Praça da Matriz, com orientações do departamento de assistência farmacêutica

Em alusão ao Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, a Prefeitura de São Bernardo realiza hoje (5/5), ação de conscientização sobre o tema, com orientações do departamento de assistência farmacêutica à toda população, na Praça da Matriz (Rua Marechal Deodoro), das 10h às 16h.

Para o prefeito Orlando Morando, a retomada destas atividades é tão importante quanto o combate à pandemia. “Por dois anos falamos massivamente sobre Covid-19, uso de máscara, higienização das mãos e de ambientes e alguns temas ficaram em segundo plano, como o uso indiscriminado de medicamentos. É fundamental nosso papel, neste momento, de rediscutirmos com a sociedade civil as demais boas práticas de saúde”, declarou Morando.

Além da equipe na Praça da Matriz, as 33 Unidades Básicas de Saúde (UBS) realizam, durante toda a semana, atividades de conscientização sobre o uso racional de medicamentos. De acordo com o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho, a automedicação traz riscos à saúde, pois a ingestão de substâncias de forma inadequada pode causar reações como dependência, intoxicação e até a morte.

“Tanto na tenda que iremos montar na praça como em todas as UBSs, os profissionais de Saúde, especialmente os farmacêuticos, estão aptos a orientar sobre a utilização correta do medicamento, armazenamento e até o descarte adequado, no caso de ter expirado a data de vencimento, e quaisquer outras dúvidas da população”, ressaltou Dr. Geraldo.

ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA – Em São Bernardo, as 33 UBSs possuem o serviço de assistência farmacêutica, com dispensação e orientação correta do uso de medicamentos. O departamento é responsável ainda pela padronização, prescrição, programação, aquisição, armazenamento, distribuição, dispensação, controle de qualidade e farmacovigilância. O munícipe pode recorrer a estes serviços sempre que necessário, basta ir na unidade básica mais próxima de sua residência.

Tagged: ,

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content