ADANALIO, 26 ANOS, SEPULTADOR
ADANALIO, 26 ANOS, SEPULTADOR clique aqui e ouça a matéria
Adanalio Ribeiro Machado, 26 anos. Sepultador do Cemitério da Vila Euclides há 6 anos. 
 
Aos 11 anos, quando veio da Bahia para São Bernardo do Campo, não pensava em trabalhar como coveiro, e sim em ser jogador de futebol, mas lhe faltou oportunidade.
O primeiro dia de trabalho trouxe tensão, afinal, a profissão exige psicológico forte, segundo ele, mas logo compreendeu a normalidade do trabalho, afinal, tem algo mais natural que a morte?
“O pessoal diz que eu sou meio louco, se assusta, eu falo que é mais psicológico.”
Adanalio gosta do que faz e ressalta que a visão dele sobre a vida já não é a mesma. “Ver sofrimento todo dia muda sua visão”, diz o jovem de 26 anos.
Embora seja firme, ele também tem suas fragilidades. O sepultamento de crianças o comove e faz ele se lembrar da filha.
Durante a pandemia viu o trabalho dobrar. De dois a três sepultamentos diários, passou a fazer seis. Para ele, as pessoas precisavam levar o vírus a sério.
Desde o início trabalhando na linha de frente, se sentia inseguro e tomava todas as medidas de prevenção. Hoje, após tomar as duas doses da vacina, consegue trabalhar com mais tranquilidade.
São Bernardo Anônima é um novo quadro da TVSBC que conta histórias de “pessoas invisíveis” da nossa cidade. Esses capítulos especiais são focados na pandemia causada pelo novo Coronavírus.
Tagged: , , , ,

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content