CÂMARA MUNICIPAL SEDIA REUNIÃO ENTRE VEREADORES E REPRESENTANTES DA ENEL , TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC
CÂMARA MUNICIPAL SEDIA REUNIÃO ENTRE VEREADORES E REPRESENTANTES DA ENEL , TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC clique aqui e ouça a matéria

Funcionários da empresa responsável pela distribuição de eletricidade em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo compareceram ao Plenário Tereza Delta, na manhã desta quinta-feira (19/05), para prestar esclarecimentos aos parlamentares são-bernardenses. 

O encontro, que atendeu ao Requerimento nº 61/2022, de autoria de Julinho Fuzari (PSC), visava esclarecer a interrupção no fornecimento de energia elétrica na cidade nos dias 23 e 24 de abril deste ano e os motivos que levaram a concessionária a demorar cerca de 36 horas para restabelecer a prestação do serviço em alguns bairros. 

O documento menciona ainda os danos e os prejuízos causados aos moradores, incluindo a perda de medicamentos que necessitavam de refrigeração para o armazenamento e o perecimento de alimentos e de mercadorias nos estabelecimentos comerciais. 

Outro ponto citado é o serviço de atendimento ao consumidor disponibilizado via telefone, que, segundo o texto, não atende às expectativas de qualidade do serviço público e mostra-se insuficiente para o recebimento das reclamações e solução dos problemas enfrentados pela população. 

Marcos Augusto Mesquita Coelho, responsável pelas Relações Institucionais da Enel Distribuição São Paulo, explicou que “o problema climático do vento afetou parte da nossa área de concessão, que inclui São Bernardo, Ribeirão Pires, Santo André e São Caetano. Em uma única hora, tivemos 8 mil desligamentos. 

Quando isso acontece em relação a uma rede primária, que serve um conjunto grande de pessoas, o reparo é praticamente imediato e a energia retorna simultaneamente para vários clientes. Quando isso ocorre em pontos específicos da rede e, em uma quantidade tão grande como aconteceu aqui, demanda um trabalho heroico da nossa área de campo. 

Da zero hora do dia 23, até às 2 horas da manhã do dia 25 de abril, conseguimos, em até 21 horas, repor a energia para 99,3% dos 36 mil clientes afetados durante esse período. 

A empresa recebe, em um dia normal, mil ordens de serviço. Em um dia incomum, como esses mencionados, recebemos 9 mil ordens praticamente ao mesmo tempo. 

Não há como dizer que houve, por exemplo, insuficiência de pessoal, porque nenhuma companhia conseguirá ter no seu setor operacional, seja prestador de serviço público ou empresa privada, uma capacidade de resposta que supere 6 ou 7 vezes sua média. 

O sistema em si tem uma prioridade padrão em todas as distribuidoras. São 10 linhas de prioridades. A prioridade zero são os hospitais, as pessoas cadastradas com equipamentos de sobrevida, os próprios municipais ou públicos e as cabines junto aos ‘piscinões’. 

Se recebermos um pedido de um desses equipamentos, outros chamados ficarão para trás. O sistema despacha primeiro estas ordens. As últimas linhas funcionam assim: os primeiros a chamarem, serão os primeiros a serem atendidos. 

É fundamental qualificar. Para o cliente, estar sem energia é um fato único. Para nós é diferente. Temos que saber qual a causa primária, que pode ser um equipamento defeituoso, vento, chuva, choque ou acidente que danificou um poste ou roubo de cabeamento, e tentar buscar a solução”, detalhou o diretor, que estava acompanhado de Danillo Sene, especialista Institucional da Enel Distribuição São Paulo, e de Carla Regina Pinto, responsável pelo Atendimento ao Cliente/Governo. 

Para que todos os vereadores tivessem a mesma oportunidade de participar, Julinho Fuzari, que coordenou a discussão, definiu que cada um teria três minutos para formular até duas questões sobre os serviços prestados pela Enel.   

A medição do consumo, o aumento nas tarifas cobradas, a remoção de postes, a poda de árvores, a limpeza e a manutenção dos terrenos da companhia, o atraso nos envios das contas, o ressarcimento aos consumidores e a instalação de uma loja da Enel no município são alguns dos pedidos de munícipes recorrentes nos gabinetes que foram abordados na reunião. 

Via https://www.camarasbc.sp.gov.br/

Foto: Oscar Jupiraci

Tagged: ,

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content