DIADEMA SE CONSOLIDA COMO REDUTO PETISTA NO ESTADO DE SÃO PAULO, TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC
DIADEMA SE CONSOLIDA COMO REDUTO PETISTA NO ESTADO DE SÃO PAULO, TV São Bernardo - Notícias de São Bernardo do Campo - TVSBC clique aqui e ouça a matéria

Presidente eleito, Lula teve 60,02% dos votos válidos na cidade e Haddad, 60,56%, em Diadema; é o maior percentual entre grandes municípios paulistas

Diadema foi, entre as maiores cidades da Região Metropolitana de São Paulo, o município onde o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Haddad (PT) obtiveram, proporcionalmente, suas maiores votações. Neste segundo turno, os petistas ultrapassaram a margem dos 60% dos votos válidos na cidade, cenário que confirma que Diadema é um reduto petista no Estado.

Tanto Lula quanto Haddad aumentaram seus percentuais e número de votos na comparação com o primeiro turno. Neste segundo turno, Lula recebeu 60,02% dos votos válidos de Diadema – no total, 154.387 votos. Haddad foi escolhido por 60,56% – 146.507 votos. Na etapa inicial, Lula obteve 144.525 votos de eleitores de Diadema. Haddad, 124.083.

Os percentuais de Lula se assemelham aos recebidos pelo presidente eleito no Nordeste – a região conferiu 69,3% dos votos ao petista. O bom desempenho de Lula no Nordeste impulsionou sua vitória neste domingo.

“A população de Diadema reconhece todos os avanços que a cidade teve com ajuda dos governos do PT, em especial nos mandatos do presidente Lula. Também lembram de todo trabalho que o Haddad, como ministro e até como prefeito de São Paulo, nossa vizinha, teve a favor de Diadema. Foi um agradecimento ao presidente Lula e ao Haddad, sabendo que a vida pode e vai melhorar a partir de agora”, comentou o prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior.

Diadema foi a primeira cidade do País a eleger um prefeito do PT, em 1982, com a vitória de Gilson Menezes. Entre 1982 e 2012, foram 30 anos de gestões de políticos criados no partido, entre eles Filippi (que hoje está em seu quarto mandato), Mário Reali, José Augusto da Silva Ramos, além do próprio Gilson Menezes.

A continuidade de administrações do PT permitiu a construção de escolas e unidades de saúde, reurbanização de núcleos habitacionais, atendimentos a pessoas em vulnerabilidade social e a construção do Quarteirão da Saúde, maior complexo hospitalar de Diadema, inaugurado em 2008.

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content