MORANDO ENTREGA 12 NOVAS AMBULÂNCIAS PARA O SERVIÇO DE TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR
MORANDO ENTREGA 12 NOVAS AMBULÂNCIAS PARA O SERVIÇO DE TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR clique aqui e ouça a matéria

Com investimento de R$ 3,5 milhões, veículos 0km trarão mais conforto e segurança no traslado de pacientes de uma unidade para outra

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, reforçou seu compromisso com a saúde e entregou, nessa terça-feira (12/4), a nova frota com 12 ambulâncias 0 km que farão o Serviço de Transporte Inter-hospitalar do município, sendo dez para transporte básico e duas para transporte avançado (UTI). O investimento nos novos veículos foi de R$ 3,5 milhões. A entrega ocorreu na base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu), no Centro.

Além de contar com veículos e equipamentos de salvamento novos, como ventiladores, monitores, desfibriladores, oxímetros, entre outros, as novas ambulâncias estarão equipadas com tablets e rádios, que vão informatizar os registros das fichas de atendimento e facilitar a comunicação tanto com a base quanto com as demais unidades, o que confere mais segurança, conforto e tecnologia ao serviço e ao paciente que está sendo transportado.

“Com planejamento e responsabilidade, estamos ofertando o que há de mais moderno em transporte de pacientes e salvamento na nossa cidade. Todas as vidas importam, principalmente quando se trata de uma urgência ou emergência em que, quanto menor o tempo da chegada da equipe, maior é a eficiência do socorro. É mais um avanço entregue aos usuários do sistema público de saúde”, destacou Morando.

TRANSPORTE INTER-HOSPITALAR – As transferências do Serviço de Transporte Inter-hospitalar são solicitadas pelas unidades de origem do paciente, como as Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) e os hospitais da rede municipal, e vinculadas ao quadro de vagas hospitalares, tanto municipais como fora do município.

“A regulação ocorre no centro integrado de regulação médica. Lá são realizadas as priorizações por médicos, com critério técnico e score. O acionamento das ambulâncias segue essa priorização”, explicou o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho. De acordo com o chefe da pasta, as ambulâncias são trocadas a cada dois anos, ou seja, desde 2017, esta é a segunda troca de ambulâncias com veículos totalmente 0 km.

Tagged: ,

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content