CLEODICE, 45 ANOS, COZINHEIRA
CLEODICE, 45 ANOS, COZINHEIRA clique aqui e ouça a matéria

Utilizando amor e uma grande pitada de solidariedade como tempero, a cozinheira Cleodice de Jesus Oliveira, de 45 anos, sempre se dedicou a ajudar, da maneira que fosse possível, quem enfrenta um grande desafio: a fome.

Moradora do bairro em que nasceu, o Jardim Jussara, a cozinheira já enfrentou madrugadas frias e chuvosas em São Bernardo ao distribuir sopas para pessoas em situação de rua.

No entanto, com a chegada da pandemia do novo Coronavírus, Cleodice começou a perceber que muitas pessoas do próprio bairro estavam passando necessidade e resolveu agir.

Diariamente, ela prepara caprichadas e deliciosas marmitas para o almoço daqueles que estão em dificuldades, ao custo de R$5.

O valor simbólico, que mal paga os custos com os produtos e insumos, não garante lucro para a cozinheira. No entanto, ela conta que a maior satisfação é poder ajudar como pode.

“Não estamos faturando com isso, mas a gratidão e a satisfação das pessoas com a barriga cheia para mim é suficiente”, afirmou.

Ao se lembrar do choro e do agradecimento de uma criança após a doação de uma refeição, Cleonice se emociona. “Ajudar faz parte da vida. A gente não vive só de dinheiro, vive de paz, sabedoria e amor ao próximo”, concluiu.

➡️São Bernardo Anônima é um novo quadro da TVSBC que conta histórias de “pessoas invisíveis” da nossa cidade.

Foto @gui.marchi

Tagged: , , , ,

Comente

Seu email não irá ser publicado Preencha os campos marcados com *.

Skip to content